Saiba o que é e como se formar em gestão esportiva

O curso de gestão esportiva está ganhando muita força no nosso país nos últimos anos. O motivo mais aparente pode ser o fato de ser um curso tecnólogo ligado ao setor de esportes que é acessível do lado financeiro e rápido. Porém, você sabe do que ele trata exatamente?

Ao se formar, o gestor esportivo vai poder atuar onde, com o que e ganhando quanto? O mais curioso de tudo é saber que essa é uma área nova para se estudar e trabalhar. Justamente por conta disso, as pessoas têm dúvidas sobre ela. Continue lendo para saber tudo da profissão.

ANÚNCIO
Saiba o que é e como se formar em gestão esportiva
Foto: (reprodução/internet)

O que é a gestão esportiva

A profissão como um todo começou a ganhar importância na década de 1960 nos Estados Unidos. Isso porque foi nesses anos todos que o esporte profissional, amador e universitário começou a movimentar grandes quantidades de milhares e milhões de dólares.

Saiba o que é e como se formar em gestão esportiva
Foto: (reprodução/internet)

Assim, a medida que as marcas, as campanhas e toda a publicidade começou a se destacar, surgiu o interesse de usar a questão como ponto estratégico para clubes, jogadores, emissoras e todos os envolvidos. O movimento se espalhou pelo mundo todo rapidamente.

Se a gente parar para observar hoje, o que vamos ver é que a indústria esportiva é muito grande, com um PIB que cresce cada vez mais. Dentro dela, a gente tem os artigos esportivos, os ingressos, os licenciamentos, as transferências, os acordos, as transmissões, os canais, etc.

ANÚNCIO

A gestão além do futebol

É importante trazer um novo tópico aqui para lembrar que estamos falando de uma profissão ligada a todo esporte e não apenas ao futebol, que é o esporte preferido em vários países do mundo. Logo, temos ainda a questão de estádios e patrocínios.

Saiba o que é e como se formar em gestão esportiva
Foto: (reprodução/internet)

Ou seja, tudo o que está relacionado ao mundo esportivo, dentro do que é fitness, recreativo e de lazer, também se envolve nesse tipo de gestão. No Brasil, o esporte também é um negócio e, por isso, a gestão esportiva se faz presente no mercado de trabalho.

Para que não se confunda, considere que a gestão esportiva também é chamada de gestão do esporte. Nos Estados Unidos, surgiu como “sport management”. No fundo, nós estamos falando da mesma coisa, combinado?

O que faz a gestão do esporte

Para explicar esse tópico, nós vamos usar aqui a definição da North American Society for Sport Management, que foi a primeira organização a estudar essa nova área. E o resultado é a seguinte definição:

Saiba o que é e como se formar em gestão esportiva
Foto: (reprodução/internet)

“Um campo relacionado a coordenação e produção e comercialização de serviços esportivos. Isso vem de funções gerenciais, de planejamento, de organização, de liderança e avaliação. Assim, a gestão esportiva aborda todos os temas do empreendimento esportivo”.

Ficou mais fácil entender, não ficou? Temos uma área que é focada em melhorar processos administrativos para que se consiga atingir os objetivos dentro do esporte. Ah, só para você ficar sabendo, hoje em dia as grandes academias, escolas e federações possuem essa gestão.

Quais os cargos de quem estuda a gestão esportiva

Hoje em dia, há uma grande tendência mundial que diz que os cargos técnicos e administrativos exijam esse tipo de curso. Por isso, é comum ver que, dentro de clubes de futebol ou de qualquer esporte, os cargos de liderança tenham profissionais dessa formação.

Saiba o que é e como se formar em gestão esportiva
Foto: (reprodução/internet)

É o caso de coordenadores, de gestores, de supervisores, de diretores. Na verdade, até mesmo treinadores de futebol ou professores de atletas individuais fazem esse curso para ter uma experiência mais teórica, quando já conhecem a prática.

Isso tem a ver com a função que eles executam, que vai desde atividades que lidam com pessoas, objetos e produtos até mesmo o gerenciamento de áreas multidisciplinares, como na elaboração de projetos, contratações, metas, prazos, avaliações. 

Os salários do gestor esportivo

Como estamos falando de cargos de liderança, talvez você já tenha notado que, possivelmente, os salários desses profissionais são altos, não é mesmo? Então, você está certo se pensou nisso. A gente vai mostrar abaixo algumas ideias, conforme o Educa Mais Brasil.

Saiba o que é e como se formar em gestão esportiva
Foto: (reprodução/internet)

Só se lembre de considerar que estamos falando sobre empresas de três portes diferentes (pequena, média e grande), além de experiências diferentes também (do trainee até o máster, o que varia de 1 até 7 anos de experiência na função). Confira, então, uma média salarial:

  • Salário de um gestor esportivo trainee – de R$ 2,4 mil até R$ 5,5 mil;
  • Salário de um gestor esportivo junior – de R$ 3,1 mil até R$ 7,1 mil;
  • Salário de um gestor esportivo pleno – de R$ 4,1 mil até R$ 9,3 mil;
  • Salário de um gestor esportivo senior – de R$ 5,4 mil até R$ 12,1 mil;
  • Salário de um gestor esportivo master – de R$ 7 mil até R$ 15,8 mil.

E essas médias salariais estão considerando já os cursos de pós-graduação. Por isso, é importante você ler o texto até o fim para saber mais sobre isso. Inclusive, para ter uma ideia melhor de onde procurar as vagas de emprego para essa área de trabalho do seu interesse.

Onde o profissional vai trabalhar

Em clubes de futebol, sim. Em clubes de vôlei, também. Possivelmente, em todos os outros clubes esportivos, como de basquete, beisebol, entre outros. Só que além dos clubes esportivos, atualmente, as vagas também se distribuem em outros locais.

Saiba o que é e como se formar em gestão esportiva
Foto: (reprodução/internet)

Assim, dá para trabalhar em associações esportivas, associações recreativas, empresas de hospedagens, empresas de turismo, empresas de eventos, instituições de ensino, pousadas, secretarias municipais e muito mais.

De todo modo, na internet, em sites como do LinkedIn e Vagas.com, dá para encontrar várias vagas de emprego para esse profissional.

Não confunda gestão esportiva com Marketing Esportivo

Isso porque o marketing é uma área complementar da gestão. Assim, ele tem um foco mais voltado para o que se relaciona com patrocínios, por exemplo. A gestão é mais ampla, sendo que envolve todas as áreas da organização. 

Saiba o que é e como se formar em gestão esportiva
Foto: (reprodução/internet)

Agenciamento de Atletas. Porque também não é a mesma coisa. Esses agenciamentos costumam operar um único segmento da gestão, que é justamente a de “aconselhar” jogadores ou mesmo grupos de corrida e academias.

Gestão do Futebol. Já comentamos, mas nunca é demais lembrar. A gestão esportiva também envolve outros esportes e não apenas o futebol. O que vai mudar é que hoje em dia o futebol é o esporte que mais movimenta recursos no mundo, por isso, é mais popular.

O curso de gestão esportiva

Agora que a gente conhece bem o curso e o mercado de trabalho, vamos focar mais no que o aluno vai aprender ao estudar esse tema. Hoje, são várias as faculdades que permitem o estudo (veja mais abaixo). No entanto, elas se parecem muito em termos de grade curricular.

Saiba o que é e como se formar em gestão esportiva
Foto: (reprodução/internet)

Assim, você vai aprender sobre comunicação, legislação no esporte, história do esporte, fundamentos da gestão, responsabilidade social, direito esportivo, marketing, manifestação cultural, jogos de negócios, estudos olímpicos, plano de negócios, relacionamento, etc.

Sem falar que pode haver variações conforme a instituição. Portanto, é comum ouvir falar também sobre contabilidade aplicada, custos e orçamentos, biotecnologia, meio ambiente e até mesmo psicologia do esporte. 

Quais as faculdades que tem o curso

Hoje em dia, como o curso está dando os primeiros passos não é toda faculdade que tem a opção. Ainda assim, a gente pode considerar que são várias delas, inclusive, com opções totalmente a distância ou parcialmente online, além das presenciais. 

Saiba o que é e como se formar em gestão esportiva
Foto: (reprodução/internet)

Para quem busca exemplos, nós temos o Centro Educacional Anhanguera, o Centro Universitário UNIBTA, a Faculdade Cruzeiro do Sul e alguns Institutos Federais (IFRN, IFCE e IFRS). A PUC-Minas também oferece o curso, assim como o Clareaino.

Aliás, o Educa Mais Brasil é um site que oferece bolsas de estudos ou mensalidades com descontos no país todo. Por lá, nós encontramos opções a partir de R$ 215 por mês em faculdades como a UniFaesp e a UniFatecie.

A pós-graduação em gestão esportiva

Como temos um curso tecnólogo e com vagas de emprego que exigem experiência, uma boa saída para o profissional é justamente se especializar dentro da gestão esportiva. Aí vem a boa notícia já que são muitas as especializações disponíveis no país todo.

Saiba o que é e como se formar em gestão esportiva
Foto: (reprodução/internet)

Dá para fazer, por exemplo, o marketing esportivo, que já comentamos lá em cima, que é um dos braços da gestão, como se fosse uma área dentro do tema. Outras opções, que podem ser até mesmo mais rentáveis, são: direito esportivo e gestão de arenas.

Há ainda cursos de especialização para quem fez o tecnólogo em gestão esportiva que envolvem assuntos mais adversos, como ética, liderança, leis, comunicação, recursos, patrocínio, contabilidade, finanças, administração, planejamento, eventos.

Quanto custa o curso de pós-graduação

Há uma pós-graduação em gestão do esporte disponível na FGV – Fundação Getúlio Vargas. Ela pode ser feita online, sendo que tem duração de pouco menos do que 190 horas/aula. Isto dá um total de 12 meses. E vamos usar como exemplo para você entender o custo disso.

O processo seletivo envolve a inscrição, a análise do currículo, a aprovação, a entrevista e somente depois vem a matrícula. De todo modo, o inscrito deve fazer o pagamento de um valor total acima de R$ 12 mil, valor que pode ser dividido no boleto ou no cartão de crédito.

ANÚNCIO