Aprenda como ser Jovem Aprendiz e as melhores empresas para se ingressar

Pesquisas do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA), apontam que os jovens são a categoria que apresentam maiores dificuldades para obter um emprego. Fatores como inexperiência, idade e nível de escolaridade são diferenciais negativos que acabam por eliminá-los entre os concorrentes. 

Aliado a esse problema são muitos os desempregados desse segmento da sociedade, onde tantos necessitam contribuir com a renda familiar, mas que não encontram possibilidades acessíveis de colocação profissional. Como o propósito de facilitar a entrada no mercado de trabalho dessa população, surge a lei que deu origem ao Programa Jovem Aprendiz

Criada em 2000, tem como premissa parcerias com empresas públicas e privadas para que abram uma porcentagem de suas vagas destinadas aos aprendizes. Ao participar do programa, o jovem passa a ter um contrato de trabalho especial que não irá prejudicar os seus estudos. 

Aprenda como ser Jovem Aprendiz e as melhores empresas para se ingressar
Fonte: Reprodução/Internet

Saiba como se tornar um Jovem Aprendiz e conheça as grandes empresas que participam do programa. Confira. 

A Lei do Aprendiz 

Sancionada em 2000 no Brasil, traz toda a regulamentação sobre a obrigatoriedade de empresas de médio e grande porte reservarem em seu quadro de funcionários percentual de vagas (entre 5% e 15%) para contratação de aprendizes. Qualquer delas, com quadro maior que 7 colaboradores, deve abrir oportunidade de emprego para os jovens.  

ANÚNCIO

O programa Jovem Aprendiz 

A competência de criação do projeto é do governo federal, com o objetivo de buscar incentivo em empresas para contratação de jovens.  O tipo de contrato do aprendiz é de regime especial, de iniciativa e de acordo com a Lei de Aprendizagem n° 10.097/00, que assegura o contrato de aprendizagem para capacitação e qualificação do jovem entre 14 e 24 anos, com vigência de até dois anos.  

Benefícios de participar do programa 

Por ser regularizado em lei, os aprendizes possuem direito a diversos benefícios. O primeiro e mais importante é que o contrato de trabalho compactue com os estudos do jovem, não o comprometendo.   

Além disso, por ser classificado como regime especial de aprendizagem, o jovem tem direito a receber formação profissional fornecida pela empresa contratante. 

Outras vantagens: 

  • Registro em carteira 
  • Direitos trabalhistas e previdenciários 
  • Salário mínimo em proporção a carga de trabalho 
  • Jornada de trabalho de 4 a 6 horas (podendo se estender a 8 horas com complementação de cursos) 
  • Vale-transporte 
  • Férias remuneradas 

Requisitos para se tornar Jovem Aprendiz 

Se você quer se tornar aprendiz, precisa ter entre 14 e 24 anos, estar matriculado e frequentando alguma instituição de ensino, ou já possuir certificado de conclusão de ensino médio.  Jovens com baixa renda, devem ter prioridade e pessoas com deficiências podem ser contratadas como exceção a idade máxima. 

Como participar 

Cumprindo todos os requisitos determinados em lei, o jovem pode encontrar vagas divulgadas do programa em veículos de parceiras que organizam as inscrições e demais etapas para participação. Na internet, em variadas plataformas (sites oficiais) também são publicadas notícias sobre empresas que estão buscando aprendizes.  

Outra dica é fazer buscas nos sites de grandes empresas em sua área destinada para divulgar oportunidades “trabalhe conosco”, geralmente são informados os tipos de vagas abertas, inclusive para aprendizes. 

Cadastro feito, haverá a seleção e análise de dados e currículo do jovem. Todo esse processo não tem nenhum custo ao candidato

Melhores empresas para ingressar como Jovem Aprendiz 

Em todo o país existem empresas buscando novos talentos para atuação em algum dos seus setores. Confira a lista de alguma das melhores empresas que contratam pelo Programa Jovem Aprendiz: 

  • Caixa Econômica Federal
  • Correios
  • Bradesco
  • Banco do Brasil
  • Santander
  • Itaú
  • Americanas
  • Ambev
  • Petrobras
  • Sesc
  • Grupo Pão de Açúcar
  • Espro

O projeto é uma das melhores alternativas para contornar os obstáculos do jovem na procura por trabalho e dar a oportunidade do primeiro emprego. Segundo dados do CIEE e outras fontes, mais de 3.5 milhões de brasileiros foram beneficiados diretamente pelo programa. 

ANÚNCIO