Operador de Pedágios – Veja como conseguir uma vaga em concessionárias de pedágios

Apesar dos meses diferentes que a gente tem passado nos últimos tempos, considere que alguns setores e algumas vagas de emprego têm se sustentado. Os operadores de pedágios, por exemplo. No comparativo do ano, houve aumento de 6% na contratação deles.

Além disso, há vantagens como o fato de terem carteira assinada, vale-transporte, vale-alimentação, férias remuneradas, FGTS e muito mais. Agora, o que faz esse operador, quem pode ser um, onde encontrar as vagas de emprego? Vamos ver tudo isso nos próximos tópicos.

ANÚNCIO
Operador de Pedágios – Veja como conseguir uma vaga em concessionárias de pedágios
Foto: (reprodução/internet)

O trabalho de operador de pedágio

Conforme o site de empregos vagas.com, saiba que a composição dos funcionários é formada pela maioria de homens (93%). Além disso, as principais palavras-chaves são de cobradores de pedágio, atendimento ao usuário, fechamento de caixa, arrecadação, sem parar, etc.

Operador de Pedágios – Veja como conseguir uma vaga em concessionárias de pedágios
Foto: (reprodução/internet)

Outra coisa é que a formação mais frequente é a de pessoas que possuem o ensino médio completo. Para quem não sabe, o ensino médio também é conhecido por ser o antigo “2º grau”. E, por fim, o site traz a informação sobre os salários de quem trabalha no pedágio.

Saiba que para quem está começando a vida profissional, o salário parte de R$ 1,1 mil e para quem tem mais experiência pode chegar até R$ 1,3 mil no mês. Aliás, quem atua como operador de pedágio, na maioria das vezes, já trabalhou antes como operador de caixa.

ANÚNCIO

O que faz e o mercado de trabalho

De forma resumida, saiba que o atendente de pedágio ou operador de pedágio é responsável por atender os motoristas dos veículos mais variados que passam pelas pistas de todo o país. Assim, eles devem oferecer serviços como devolução do troco, registros, fluxo.

Operador de Pedágios – Veja como conseguir uma vaga em concessionárias de pedágios
Foto: (reprodução/internet)

Além disso, também é responsável por dar informações sobre trajetos e condições da pista. Por fim, saiba que o mercado de trabalho é presente em todas as concessionárias do país. E para atuar nessa profissão é preciso ter habilidades como comunicação, agilidade e simpatia. 

Abaixo, a gente vai falar mais sobre os salários. No entanto, saiba que esse é um tipo de emprego que tem salário praticamente igual independentemente do tamanho da empresa, se é pequena, micro, média ou grande. 

O salário do cobrador/operador de pedágio

Considere que acima falamos de uma média. No entanto, a gente pode encontrar uma variação conforme a concessionária ou a região do país. No site do Empregos.com, por exemplo, a gente viu que tem uma vaga de operador de pedágio que oferece R$ 1.243.

Operador de Pedágios – Veja como conseguir uma vaga em concessionárias de pedágios
Foto: (reprodução/internet)

No entanto, apesar de permitir o envio do currículo online, o site não traz mais detalhes das vagas e diz que “os benefícios são a combinar”. Já o site salario.com traz informações ainda mais especificas, o que é legal para se levar em comparação com outros cargos e funções.

O salario.com diz que a média salarial é de R$ 1.319,03, com carga horária de 43 horas por semana. Além disso, diz que o teto salarial fica em R$ 2.090,44 e o mais baixo é de R$ 1.203,86. E cita o perfil profissional: “20 anos, com ensino médio e do sexo feminino”. 

Os salários para aprendizes e PCD

Mais um fato curioso sobre essa profissão é que ela também é oferecida através de programas de jovens aprendizes e para pessoas com PCD (Portadoras de Deficiência). Assim, tudo vai ter relação direta com as horas de trabalho e o programa que está valendo, por exemplo. 

Operador de Pedágios – Veja como conseguir uma vaga em concessionárias de pedágios
Foto: (reprodução/internet)

No caso de menores aprendizes, por exemplo, como são menos horas de trabalho, o salário chega perto de R$ 760, sendo menos do que o salário mínimo. Já para quem PCDs, as regras são as mesmas de outros funcionários, sendo o mesmo horário e mesmo salário. 

O único detalhe é que o PCD pode ter alguma deficiência com base em readaptação, o que pode incluir afastamentos pelo INSS (Instituto Nacional do Seguro Social), por exemplo. 

Onde encontrar as vagas para trabalhar no pedágio

Atualmente, os principais sites do país oferecem as vagas para quem quer trabalhar nos pedágios. Sendo que eles apenas indicam as vagas, que são oferecidas pelas empresas, de forma terceirizada ou interna. 

Operador de Pedágios – Veja como conseguir uma vaga em concessionárias de pedágios
Foto: (reprodução/internet)

Por exemplo, ao procurar as vagas abertas no Infojobs, a gente pode ver que a empresa Manpower, a Luandre, a Base, entre outras oferecem os trabalhos. Assim, o interessado pode ir em uma das vagas e saber sobre os requisitos, exigências, benefícios e seleção.

Abrimos uma vaga enviada pela Manpower e encontramos a seguinte descrição: “nível operacional, com 6 vagas abertas, para trabalhar em São Lourenço da Serra (SP). O profissional vai arrecadar as tarifas conforme o número de eixos, controlar cupons e dar apoio nas pistas”. 

O Banco Nacional de Empregos

A gente também quer citar aqui o BNE porque ele é considerado o maior site de vagas de emprego do país e realmente é bastante organizado. Assim, atualmente, tem 13 vagas para atendentes de pedágio, sendo que estão entre mais de 17 mil disponíveis na área financeira. 

Operador de Pedágios – Veja como conseguir uma vaga em concessionárias de pedágios
Foto: (reprodução/internet)

As vagas são distribuídas entre Indaiatuba (SP), Três Cachoeiras (RS), Quissamã (RJ), Campos Altos (MG), Prata (MG), Alexânia (GO), entre outras. Além do mais, cada vaga tem as suas informações, como salários, empresas, descrições, requisitos e tudo mais. 

Por exemplo, a gente abriu uma vaga de “atendente de pedágio em Indaiatuba”. As informações que são apresentadas são as seguintes: a vaga é para o profissional que vai arrecadar tarifas e atender aos clientes. É preciso ter ensino médio completo.

Também dá para se candidatar direto nas concessionárias de pedágio

Outra ideia que você pode ter é a de deixar o seu currículo cadastrado diretamente na empresa que assume o controle das rodovias, que são as concessionárias. Nesse caso, um bom exemplo que temos é sobre o Grupo CCR. 

Operador de Pedágios – Veja como conseguir uma vaga em concessionárias de pedágios
Foto: (reprodução/internet)

O grupo tem uma página de “trabalhe conosco”, que permite esse envio direto do documento. O legal é observar quando há uma nova demanda de funcionários, que é justamente quando novos processos seletivos são abertos. Atualmente, o grupo tem 10 mil colaboradores. 

Outro site de concessionária que oferece o meio eletrônico para enviar currículos é a SPMAR, que atua na administração de trechos que vai entre Sul e Leste do Rodoanel Mario Covas. E também responsável por 76% do Rodoanel Metropolitano de São Paulo. 

Como é o processo seletivo para trabalhar em pedágios

Geralmente, o que acontece é que empresas terceirizadas são contratadas pelas concessionárias e ficam responsáveis por fazer a maior parte da contratação dos novos funcionários dos pontos de apoio e estrutura física dos pedágios. 

Operador de Pedágios – Veja como conseguir uma vaga em concessionárias de pedágios
Foto: (reprodução/internet)

Como falamos acima, um dos exemplos dessas terceirizadas é a Manpower. E após receber todos os currículos dos candidatos, ela faz uma filtragem para saber quais aqueles que melhor se adequam as vagas abertas. E após isso, convocam os candidatos para as entrevistas. 

Alguns usuários dizem que há vários tipos de entrevistas, como por telefone, presencial e em grupo. Sendo que nesse momento, a empresa faz testes de conhecimento técnico, especifico, comportamental e até mesmo de personalidade. Em outros casos, citam a entrevista online.

A contratação pelas concessionárias

Após essa primeira parte que é feita pela empresa terceirizada, somente alguns são levados até a concessionária para que façam uma entrevista final com os gestores. São eles, junto com o pessoal dos Recursos Humanos, que batem o martelo e escolhem os contratados. 

Operador de Pedágios – Veja como conseguir uma vaga em concessionárias de pedágios
Foto: (reprodução/internet)

Nessa hora, eles também podem avaliar o conhecimento de forma mais prática, demonstrando o trabalho, por exemplo ou até mesmo fazendo simulações reais. É natural, hoje em dia, que em um simples bate-papo os avaliadores façam vários testes. 

Ah, e tem uma curiosidade também: alguns contratos preveem um tipo de contratação chamado de Escala 2×2. Nesse caso, a pessoa fica responsável por trabalhar 12 horas seguidas e descansa no outro dia, intercalando. Veja sobre isso na vaga aberta. 

Outras vagas em concessionárias de pedágio

Deixando de lado os cargos mais altos, como de executivos, saiba que há outros cargos operacionais para quem quer trabalhar em concessionárias também, além dos operadores de pedágios. Por exemplo, os agentes de pedágios, operadores de guinchos, motoristas, etc. 

Operador de Pedágios – Veja como conseguir uma vaga em concessionárias de pedágios
Foto: (reprodução/internet)

Outras funções podem ser mais técnicas também, sendo que nesse caso, os funcionários ficam responsáveis pelas manutenções de várias operações, instalações, montagens, eletrônicos e muito mais. Isso porque há muita gente por trás de cada cabine de pedágio, certo?

Ah, só para você entender melhor isso, as concessionárias são obrigadas a ter pessoas ligadas a saúde também, já que devem prestar atendimento rápido, além do serviço público. Por isso, é comum encontrar vagas para motoristas de ambulância, enfermeiros, entre outros. 

Os requisitos para as outras vagas

Como mencionamos acima, as vagas mais operacionais, como de agente de pedágio, exigem o ensino médio completo e ter experiência na função pode ser um diferencial. No entanto, para cargos mais técnicos, com certeza, as contratações exigem outros requisitos. 

Por exemplo, quem vai atuar em TI precisa ter cursos de informática enquanto que quem fica responsável pela parte estrutura deve ter algum tipo de curso ou conhecimento comprovado nessa área também. Por isso, a dica é sempre ficar de olho nas descrições das vagas. 

ANÚNCIO