Arte Final? Saiba o que faz esse profissional

Somente quem é da área gráfica entende um pouco sobre o que faz o arte-finalista. Quem não é, raramente conhece a profissão. Aliás, até conhece, mas não imagina qual é o trabalho dessa pessoa menos ainda sobre o salário. Hoje, você vai conhecer tudo. 

Até mesmo porque é uma profissão que tem propiciado um ótimo campo para quem quer ganhar dinheiro trabalhando de casa ou de maneira autônoma, sem precisar cumprir regras e horários comuns no mercado de trabalho tradicional. Entenda tudo sobre o arte-finalista. 

ANÚNCIO
Arte Final? Saiba o que faz esse profissional
Foto: (reprodução/internet)

O que é arte final?

A arte-finalização ou arte final como é chamado o processo é aquele momento em que o arquivo é checado, organizado, padronização e vai para a impressão. De qual arquivo estamos falando? Arquivos que podem ser desenhos, campanhas ou banners.

Arte Final? Saiba o que faz esse profissional
Foto: (reprodução/internet)

Não entendeu? Então, vamos dar um passo atrás. Pense em uma gráfica, onde acontecem a impressão de vários documentos e tipos de arquivos. Isso vai desde o “santinho” do político até mesmo banners para grandes lojas, faixas, cartazes, etc. 

Bom, aí, dentro da gráfica, tem o arte-finalista. Ele é essa pessoa que vai preparar o processo de impressão. E antes de fazer isso, ao menos na teoria, ele deve dar uma “checada” no documento para saber se ele está de acordo e será impresso na melhor qualidade. 

ANÚNCIO

Uma pequena história da arte final

Só por fins de curiosidade, considere que há cerca de 15 anos as empresas eram dedicadas a preparar a arte-final e fazer a pré-impressão, em uma espécie de teste. Por isso, tinham mais profissionais capacitados e empregados na tarefa. Eles atuavam no manuseio e formatação.

Por exemplo, na área de retoque e calibração das fotos. Atualmente, os computadores, junto com os programas usados, facilitaram muito esse trabalho. Assim, o serviço da arte final fica a serviço de uma única pessoa (o arte-finalista).

Ainda sobre a história, considere que o primeiro exemplo da arte final começou com os testes finos, que usavam papéis com substratos queimados e laser. Era uma espécie de “negativo” dos filmes fotográficos. Assim, havia divisão de camadas de cores e a tinta branca. Hoje, não.

A arte final e outras áreas gráficas

Mais um tópico de interesse de muita gente, esse aqui é para mencionar, rapidamente, a diferença da arte final com outras áreas gráficas porque na hora de buscar emprego muita gente confunde, já que vão oferecidos cargos bem parecidos. Mas, seremos breves, ok?

Arte Final? Saiba o que faz esse profissional
Foto: (reprodução/internet)

Aliás, a ideia é mencionar apenas 4 áreas que mais se confunde com o arte-finalista, sendo diagramação, arte final, design gráfico e criação. 

  • Criação – é a área que une conceitos, textos, imagens em uma campanha
  • Design gráfico – é quem traduz o conceito em uma peça, uma imagem
  • Diagramação – é a parte da adaptação do texto e das imagens em um único lugar
  • Arte final – é o “polimento” da do arquivo que vai para a impressão

E o mais importante é você saber que um mesmo profissional pode trabalhar em várias áreas ao mesmo tempo, inclusive, em conjunto com outros profissionais. De qualquer modo, vale o conhecimento para entender as diferenças. 

O conhecimento do arte-finalista

Para fazer tudo isso que acabamos de mencionar, o profissional precisa ter conhecimento em vários programas gráficos, como o CorelDraw, o Photoshop, o InDesign, o Ilustrator, o Freehand, entre outros. Isso porque é através deles que os arquivos chegam na gráfica. 

Então, ele vai abrir uma imagem a ser impressa no computador. Antes de colocar para impressão, o que ele pode fazer é verificar o formato, as cores, as imagens, os tamanhos das fontes, as sangrias, as margens de segurança e o fechamento do arquivo como um todo.

É por isso que é interessante que ele tenha esse conhecimento sobre a parte gráfica do projeto. Afinal, uma impressão ruim pode gerar um resultado sem validade. Imagine só textos que não podem ser lidos ou imagens que não possuem brilho. Seria um grande erro.

As técnicas de precisão

A gente não poderia deixar de comentar, de modo um pouco mais específico sobre um item que é fundamental para que esse profissional execute bem o seu trabalho: as técnicas de precisão. Ou seja, ele precisa ser muito focado no trabalho para não deixar passar nada.

Arte Final? Saiba o que faz esse profissional
Foto: (reprodução/internet)

Vamos lá: separamos algumas das exigências que são cobradas do arte-finalista. E vamos separar elas por tópicos, em uma espécie de ranking, só para você ter o conhecimento sobre isso e não ficar sem entender o que, exatamente, esse profissional faz. 

  • Organiza layers – essa organização facilita a finalização do projeto;
  • Encaixa as impressões – com isso, converte textos e valores, evitando danos;
  • Cuida da sangria – para que no momento do corte da peça não se tenha erros;
  • Entende o verniz – que é uma área do acabamento de vários arquivos;
  • Conhece o plotter de recorte – criador com programas vetoriais e técnicas.

Desse modo, considere que o profissional pode trabalhar em uma pequena agência de publicidade, em uma gráfica modesta de bairro ou até mesmo na Cola-Cola, na Jack Daniel’s, na Flock e outros lugares. 

O arte-finalista é formado em que

Mais uma dúvida que muita gente tem é sobre a formação acadêmica do profissional que trabalha na arte final de um projeto ou de uma gráfica. Saiba que o mais comum é que ele tenha um curso técnico e não acadêmico em nível superior. 

Ou seja, ainda que ele possa ser publicitário, o mais comum é que tenha curso de audiovisual ou produção gráfica, por exemplo. Mas, a verdade é que hoje em dia essa formação pouco importa, se considerarmos o conhecimento. Ou seja, ele precisa saber fazer e ponto.

Assim, na hora de ser contratado é bem comum que ele passe por testes ou treinamentos, para mostrar as habilidades com paginação, pós-produção, imagens, desenhos técnicos, etc. Pesquisas indicam que 60% dos arte-finalistas possuem graduação e 23% tem inglês.

Onde o arte-finalista trabalha

Você já notou que ele pode atuar especialmente em gráficas, correto? Mas esse foi só um exemplo que nós demos. Afinal, ele pode trabalhar também em agências de publicidade, sendo que a arte final é uma área responsável por falar com outras, como da criação. 

Arte Final? Saiba o que faz esse profissional
Foto: (reprodução/internet)

Além disso, ele pode ser um prestador de serviços que faz trabalho para outras pessoas (como na hora de formatar um trabalho de conclusão de curso) ou para empresas (quando pegam alguns serviços aleatórios, como para campanhas sazonais). 

Mas, ele também pode atuar em editoras, como de livros e revistas. Além de fotocópias, o que é menos comum, mas acontece. E tem cargos que se abrem até mesmo em órgãos públicos, através de concursos públicos para arte-finalistas. 

Outras funções do arte-finalista

Aqui vale a gente mencionar uma curiosidade. Na hora de procurar emprego para arte-finalista, considere que dependendo do porte da empresa ou da região, o trabalho pode ser oferecido a partir de outros cargos e funções. 

Por exemplo, o arte-finalista pode ser o profissional que procura emprego com a descrição de “assistente de arte”, “auxiliar de acabamento gráfico”, “auxiliar de designer gráfico”, “designer gráfico”, “diagramador”, “ilustrador”, entre outros nomes. 

Qual é o salário do arte-finalista

Isso vai depender muito de questões variadas. Por exemplo, da experiência do profissional, do lugar onde ele vai trabalhar, da região que ele está, do tipo de serviço que vai prestar e até mesmo do formato de contrato, que pode ser CLT ou autônomo

Arte Final? Saiba o que faz esse profissional
Foto: (reprodução/internet)

Mas, se gente for usar os exemplos da internet, a gente vê que o salário médio para um arte-finalista fica em R$ 2 mil no mês. A faixa salarial pode ser mais baixa (de 2 salários mínimos) e ir até a mais alta (de 4 salários mínimos), dependendo do acordo coletivo.

Essa média considera ainda um profissional de 25 anos, com ensino médio completo, com 44 horas de carga horária, formado em curso técnico e que faz impressão de materiais para uso publicitário. Fora isso, ele tem benefícios da carteira de trabalho. 

O mercado de trabalho para o arte-finalista

Chegando mais para o fim do texto, talvez você tenha ficado com uma dúvida: com tantos avanços tecnológicos, será mesmo que o trabalho do arte-finalista, que atua especialmente no segmento de impressos, é algo viável? Se avaliarmos as pesquisas sim.

Isso porque entre junho de 2020 e maior de 2021, a demanda por profissionais arte-finalistas teve aumento de 53,2% no país e com contratações formais com carteira assinada em regime integral (8 horas por dia).

Assim sendo, cidades grandes, como São Paulo, Curitiba, Rio de Janeiro, Belo Horizonte e Goiânia são os locais que mais contratam. E entre os maiores contratantes, temos empresas de: impressão de material publicitário, agências, edição de livros, pré-impressão e varejo.

Onde encontrar as vagas para arte-finalista

Atualmente, existem vários modos de procurar vagas para esse profissional. O curioso é que é visto como um dos trabalhos que podem ser feitos online e de casa. Logo, ninguém precisa bater de porta em porta para procurar as vagas e se candidatar.

Através de fóruns, de páginas, de redes sociais e sites de emprego dá para fazer esse tipo de pesquisa. Sendo assim, considere que o ideal é você ter um bom currículo/portfólio e mostrar conhecimento sobre o assunto. Já a pesquisa vai do LinkedIn até o Catho, Vagas.com, InfoJobs, etc.

ANÚNCIO