Saiba como se especializar em pedreiro de revestimentos

O termo pedreiro de revestimentos ou pedreiro de acabamento tem sido cada vez mais usada para diferenciar o pedreiro que sabe fazer esse tipo de trabalho. Apesar de muitos profissionais fazerem o trabalho são poucos os que possuem a qualificação comprovada.

E esse artigo é para mostrar que não é tão complicado assim você conseguir essa comprovação, que pode vir através de cursos com certificados de empresas e instituições famosas, como Senai, FIEP, IFRN, etc. Conheça essa especialização para pedreiros.

ANÚNCIO
Saiba como se especializar em pedreiro de revestimentos
Foto: (reprodução/internet)

Veja o que vai aprender neste post:

  • Quais são os tipos de pedreiros;
  • Quais cursos estão disponíveis;
  • Qual o salário atual.

Os tipos de pedreiros que existem atualmente

Só para você entender da leitura, considere que hoje são vários tipos de pedreiros. Por exemplo, pedreiro geral é quem faz de tudo um pouco, desde alvenaria até reboco, assentamento, instalações, armações, etc. Depois, vem os mais especialistas. 

Saiba como se especializar em pedreiro de revestimentos
Foto: (reprodução/internet)

Por exemplo, tem o pedreiro azulejista, que é aquele que é especializado em assentamentos de cerâmica, de azulejos, de porcelanatos. Tem o pedreiro de acabamento também, que é o que vamos citar aqui. Ele faz assentamentos de revestimentos, de bancadas, instalações.

ANÚNCIO

E há ainda outros pedreiros, como o de alvenaria, que é quem assenta tijolos cerâmicos ou de bloco de concreto. O pedreiro de OAC é o de Obra de Arte Corrente, isto é, onde atua em redes de drenagens, esgoto, água, etc. E tem o que atua em prédios, com manutenção. 

O pedreiro de revestimentos ou acabamento

Como você sabe, o foco é para falar desse tipo de pedreiro. A partir daqui o foco será todo nele. E vamos aprender alguns cursos que permitem a especialização dele e depois ainda vamos falar sobre o mercado de trabalho, já que há várias vagas abertas hoje em dia.

O importante é notar que esse tipo de profissional é aquele que é focado na qualidade dos serviços e visando os resultados mais perfeitos, já que ficaram expostos na casa dos moradores e dos visitantes. Além de assentamentos, saiba que ele também atua com instalações.

Ou seja, ele pode instalar portas, janelas, louças, metais. Entre outros trabalhos. Agora, para começar essa parte mais prática do texto, conheça mais dos cursos que profissionalizam esse tipo de pedreiro. Temos, ao menos, 5 indicações de instituições reconhecidas. 

O curso de pedreiro de revestimento do Senai

O Senai é uma das empresas que oferecem o curso de especialização para esse profissional. O curso de pedreiro de revestimento tem 160 horas, é técnico de nível médio e oferece qualificação para quem quer aprender sobre alvenaria com argamassa, cerâmica, etc. 

Saiba como se especializar em pedreiro de revestimentos
Foto: (reprodução/internet)

Para se inscrever no curso é preciso ter finalizado o ensino fundamental. O curso é dividido entre a parte básica (introdução a construção de edifícios, leitura de projetos, QSMS) e a parte especifica (execução de revestimento argamassado e revestimento cerâmica).

O Mundo Senai é uma plataforma online de cursos e formação profissional, que é indicado para quem busca recolocação no mercado a partir do aprendizado e da qualificação de técnicas de trabalho. É ideal para quem quer atuar na indústria. 

O curso de assentador de revestimento cerâmico do Senai

O Senai de São Paulo tem outro curso muito parecido com esse. Ele também possui 160 horas e acontece na Escola Senai Orlando Laviero Ferraiuolo, em Tatuapé. O estudante vai aprender a lidar com revestimentos cerâmicos em vários planos. Para se inscrever no curso é preciso ter ao menos 18 anos e ter completo até a 5ª série do ensino fundamental.

A programa do curso passa por projetos de arquitetura, custos dos serviços, aplicação de normas, execução do rejunte e muito mais. Através do portal do Senai você pode demonstrar o seu interesse para quando as vagas forem abertas. Para isso, basta informar o nome, o e-mail, o telefone, o celular e o curso. 

A qualificação profissional em pedreiro de revestimento do FIEP

O Sistema FIEP, que também faz parte do Grupo Sesi-Senai, é outra opção de curso para quem quer aprender a executar revestimento argamassado e cerâmico. Para isso, a dica é seguir as normas técnicas, de qualidade, de saúde, de segurança, etc. 

Saiba como se especializar em pedreiro de revestimentos
Foto: (reprodução/internet)

No curso, a pessoa aprende sobre introdução a construção, interpretação de projetos, QSM, revestimentos com argamassa e assentamentos cerâmicos. O FIEP tem infraestrutura, que é feita em parceria com o Senai, além de professores com experiência. 

Para começar o estudo é preciso ter concluído o ensino fundamental, apresentar o comprovante de residência, o CPF, o RG. No Instituto Federal do Rio Grande do Norte também oferece um curso como esse. Ele tem formação inicial e continuada, sendo na modalidade presencial e proporcionando egressos ao profissional. 

Mais detalhes sobre o curso

Os estudantes aprendem normas de segurança, aspectos dos revestimentos, etc. O curso também possui 160 horas e dura 4 meses. Atualmente, está disponível no campus São Gonçalo do Amarante. Em 2014 foi lançado um Plano do Pronatec, onde é possível conhecer mais do curso disponível.

É preciso verificar a disponibilidade das vagas para se inscrever. O Instituto está a disposição para tirar dúvidas através do e-mail (comunicacao.reitoria@ifrn.edu.br) ou do telefone (84-4005-0757). O atendimento é feito de segunda à sexta-feira, das 8 horas até as 18 horas. 

O curso de pedreiro completo (assentador e azuleijista)

Outras instituições oferecem cursos com outros nomes e com aulas mais diversificadas também. Uma delas é o Instituto da Construção, que tem foco na formação profissional. O curso ofertado tem a ver com o assentamento de alvenaria, revestimentos, etc. 

Saiba como se especializar em pedreiro de revestimentos
Foto: (reprodução/internet)

O objetivo é formar o aluno para realizar assentamentos, revestimentos, processos construtivos, moldagem de coberturas, paredes, pisos, etc. As aulas são em vários períodos e duram 184 horas. O conteúdo passa por segurança do trabalho e vai até a prática. 

O aluno recebe certificação oficial após a conclusão do curso. Para se inscrever, através do site oficial, é preciso enviar o nome completo, o e-mail, o celular, a cidade, a unidade. Assim, o Instituto entra em contato para passar as outras informações, sobre os valores, por exemplo.

O mercado de trabalho para o pedreiro de acabamento

A gente vai falar mais do mercado de trabalho agora. Considere que se você usar algum site de vagas de emprego da internet vai ver que tem sim esse tipo de especialização. Tanto é que apenas no Catho são mais de 170 vagas para pedreiro de acabamento no país todo.

E o mais interessante é que essas vagas mostram ótimos salários, alguns sendo de R$ 3 mil. Mas, se a gente considerar a média salarial desse profissional no país, a gente vai ter algo em torno de R$ 1.1915,00, o que acaba ficando acima da média dos outros tipos de pedreiros.

Há ainda que cobre por dia de trabalho, por tempo de serviço, por mês. Tudo vai depender do seu tipo de contratação. Em termos de dia de trabalho, a média nacional fica em R$ 250, sendo que essa modalidade é ótima para quem quer trabalhar por conta própria. 

O que é preciso para conseguir emprego nessa área

Se você tem conhecimento sobre o trabalho e se conseguiu formalizar esse conhecimento através de cursos, por exemplo, leve em conta que o próximo passo é buscar as vagas abertas no mercado e se candidatar. O processo pode ser online, entre os presenciais. 

Saiba como se especializar em pedreiro de revestimentos
Foto: (reprodução/internet)

É comum que as exigências passem por: execução de serviços de acabamento, reparos de blocos, concretagem, assentamento de tijolos, rebocos, arremates, preparação de argamassa, colocação de telhas, manilhas e peças sanitárias. 

Em alguns casos, exige-se o certificado do curso e em outros, os contratantes podem exigir algum tempo de experiência na área. O fato é que tudo pode ser combinado com antecedência, inclusive, durante a entrevista de emprego.

Algumas vagas disponíveis para pedreiros de acabamento

Como falamos do site Catho acima, vamos continuar usando esse mesmo exemplo. Leve em conta que são várias as vagas abertas hoje em dia para esse profissional. A gente fez uma busca rápida na plataforma e encontramos mais de 170 delas no país todo.

A maioria está em São Paulo, mas há em Minas Gerais, Goiânia, Sorocaba, etc. Os salários partem de R$ 1 mil e vão até R$ 3 mil, sendo que a maioria visa a contratação por meio de carteira assinada. Veja só uma das vagas disponíveis em Itaúna, Minas Gerais. 

E lembre-se que se trata apenas de um exemplo entre tantas vagas, ok? Até mesmo porque ao buscar apenas “pedreiro” no LinkedIn, a gente encontra mais do que 500 opções de trabalho em quase todos os estados do Brasil. 

Pedreiro de acabamento em Itaúna, MG

Essa vaga que foi publicada há algumas horas permite benefícios ao trabalhador como seguro de vida em grupo, tíquete alimentação, tíquete combustível e vale-transporte. O trabalho é de segunda à sexta-feira, das 7 horas até as 17 horas. 

O salário pago fica entre R$ 2 mil e R$ 3 mil mensais. E o profissional vai atuar com trabalhos de alvenaria, concreto, outros materiais, além e fazer esquemas e especificações. Também vai usar instrumentos para construir, reformar e reparar construções. É preciso ter 6 meses de experiência na área. 

ANÚNCIO