Veja quais eram as profissões dos 12 apóstolos

A Bíblia Sagrada nos conta que Jesus chamou 12 discípulos para que se tornassem ajudantes e companheiros mais próximos durante a sua caminhada. Conforme o Evangelho de Lucas, “Ele chamou para si os seus próprios discípulos e escolheu doze, a quem chamou de apóstolos”.

A formação aconteceu a partir do chamado de André, Pedro, Tiago, João, Felipe e Bartolomeu. Mateus se juntou ao grupo. Tiago era primo de Jesus. E aos poucos o time de 12 apóstolos foi sendo formado.

Veja quais eram as profissões dos 12 apóstolos
Foto: (reprodução/internet)

Os apóstolos

A gente vai mencionar abaixo um pouco sobre cada um dos apóstolos e contar da profissão deles também. Antes disso, saiba que há alguns fatos interessantes. Por exemplo, André e Pedro foram os primeiros a serem escolhidos por Jesus.

Veja quais eram as profissões dos 12 apóstolos
Foto: (reprodução/internet)

André era o mais velho e tinha um comportamento baseado na organização e na compreensão de regras. Pedro era companheiro fiel. Tiago era um pensador moderno e criativo. Foi o primeiro mártir entre os apóstolos, morrendo por uma espada. 

João era o mais comunicador e sensível, sendo que recebeu a missão de cuidar da mão de Jesus. Foi quem teve a revelação das Cartas do Apocalipse. Foi o único que não foi martirizado. Felipe era organizado e Tomé movido pela segurança. Agora, veja sobre as profissões deles.

Os filhos de Zebedeu eram pescadores

Apesar de haver alguma dúvida sobre a profissão de todos os apóstolos, o que quase todo mundo concorda é que os filhos de Zebedeu eram pescadores.

Veja quais eram as profissões dos 12 apóstolos
Foto: (reprodução/internet)

Isso porque há relatos, como de Mateus (4, 18-22) que diz que André e Pedro estavam pescando, nos seus ofícios, quando ouviram o chamado. Já Tiago e João estavam remendando as redes junto com o pais quando Jesus os convocou.

Portanto, o que pode haver de diferentes pensamentos é que Tiago e João, junto com o pai, também eram empreendedores, já que empregavam outros homens. 

Outros pescadores

Sobre Tomé, Bartolomeu e Felipe, ainda há bastante dúvida. Porém, alguns dos mais estudiosos da Bíblia acreditam que eles também eram pescadores.

Veja quais eram as profissões dos 12 apóstolos
Foto: (reprodução/internet)

Afinal, eles estavam juntos pescando quando Jesus apareceu após a Sua Ressurreição, como está escrito em João (21, 2-8).

Essa é uma tese aceita porque naquela época, de fato, a pesca era uma atividade muito comum e vista até mesmo como forma de sobrevivência. 

O cobrador de impostos, Mateus

Se no caso de Tomé, Bartolomeu e Felipe há alguma dúvida, que gera controvérsias, no caso de Mateus, não. Todo mundo sabe que ele era cobrador de impostos do Império Romano. Para quem não se lembra, ele era chamado de Levi no Evangelho de Lucas.

Veja quais eram as profissões dos 12 apóstolos
Foto: (reprodução/internet)

E para conseguir o emprego, é possível que ele tenha estudado muito. Tanto é que tinha uma boa reputação e, com isso, conseguiu muito dinheiro, já que ele ganhava uma parte de tudo o que arrecadava, conforme a leitura da história de Zaqueau (outro cobrador de impostos).

Bom, uma parte da Bíblia também diz que Mateus convidou Jesus para ir até a sua casa, onde fez uma festa. E acredita-se que foi o próprio Mateus, com todo poder aquisitivo, que ajudou a fundar o ministério de Jesus.

O político-guerreiro Simão Cananeu

O Simão era chamado de Zelote. E não que isso seja de fato uma profissão conhecida hoje em dia. Mas, era algo muito próximo do que envolvia política e anarquia. Ou seja, era uma tentativa de derruba o governo Romano e Simão estava por trás.

Veja quais eram as profissões dos 12 apóstolos
Foto: (reprodução/internet)

Em outras análises, ao invés de Zelote ou político, muita gente fala sobre o fato dele ser um guerreiro. Já que tinha um viés muito mais revolucionário. E quando se juntou a Jesus, ele continuou com essa devoção, só que agora a Jesus e não a questão política. 

Judas Iscariotes era tesoureiro

É claro que na época não havia essa profissão de tesoureiro, como conhecemos hoje. No entanto, Judas era quem administrava as finanças do grupo de Jesus. E isso está descrito no Evangelho de João (12, 4-16), só que afirmando sobre os roubos de Judas.

Veja quais eram as profissões dos 12 apóstolos
Foto: (reprodução/internet)

Por isso, muita gente também menciona a profissão dele como ladrão ou defraudador. Mas, o fato é que ninguém sabe exatamente o que ele fazia antes de unir a Jesus. Todos os Evangelhos o identificam como traidor e apenas isso. 

Em Mateus 27, 3-10, há a história de que Judas se arrependeu da traição e após tentar devolver o dinheiro que tinha recebido dos Sumos Sacerdotes, ele se enforcou. 

Os apóstolos Tiago Menor (Tiago de Alfeu) e Judas Tadeu

Sobre esses apóstolos, infelizmente, não se tem ideia de quais eram as suas profissões. Nem mesmo os mais modernos dos estudiosos se arriscam a dizer.

Veja quais eram as profissões dos 12 apóstolos
Foto: (reprodução/internet)

O que se sabe é que Tiago, filho de Alfeu, também chamado de Santiago Menor, é mencionado pouquíssimas vezes no Novo Testamento. E quando isso acontece, ele é referido como o Justo. O que se sabe também é que foi um importante líder da Igreja Antida.

Judas Tadeu, que depois viraria santo, é o irmão de Tiago. O fato é que ele não deve ser confundido com o Judas Iscariotes, que traiu Jesus. O atributo dele é uma maça ou um machado ou ainda uma régua de carpinteiro. Talvez essa possa ter sido a sua profissão.

E o Matias era evangelista

Para quem não sabe, após a descoberta da traição de Judas, era preciso que alguém ocupasse o cargo dele e os 11 apóstolos se reuniram e oraram a Deus, chegando à conclusão de que Matias fosse o escolhido, conforme o livro de Lucas.

Veja quais eram as profissões dos 12 apóstolos
Foto: (reprodução/internet)

Há outros estudiosos que dizem que foi Paulo quem substituiu Judas Iscariotes. O que se acredita hoje, no entanto, é que a escolha deveria ser entre Matias e José Barsabás. E Matias foi lançado a sorte.

Conforme Pedro, Matias havia sido um seguidor fiel de Jesus durante mais de 3 anos do seu ministério e, por isso, havia intimidade com os outros apóstolos. Era um dos evangelistas que Jesus enviou para pregar.

As profissões dos apóstolos

Sendo assim, considerando o que se tem muita certeza do que é um pouco provável com base em estudos bíblicos de muitos pesquisadores, considere que a profissão mais comum era a de pescador. Mas, há outras que podem ser mencionadas também.

Veja quais eram as profissões dos 12 apóstolos
Foto: (reprodução/internet)

Então confira abaixo, de forma mais clara, todas as profissões de cada apostolo:

  • Pedro – Pescador;
  • André – Pescador;
  • João – Pescador;
  • Tiago Maior – Pescador;
  • Tomé (Tomás) – Pescador;
  • Bartolomeu – Pescador;
  • Felipe (Filipe) – Pescador;
  • Mateus – Cobrador de Impostos;
  • Simão Cananeu – Guerreiro;
  • Judas Iscariotes – Tesoureiro;
  • Tiago Menor (Tiago de Alfeu) – sem menção;
  • Judas Tadeu – sem menção.

Uma próxima curiosidade é que todos os apóstolos se tornaram santo mais tarde – exceto judas e você sabe o motivo disso. Agora, o que você talvez não saiba é que também existiram outros após, além dos 12 citados e do Matias. Vamos ver alguns deles abaixo. Confira.

Outros apóstolos de Jesus

Paulo era um deles, que se converteu no caminho para Damasco quando viu uma Grande Luz e falou com Jesus. Ele ficou cego por 3 dias e recebeu a missão apostólica do próprio Jesus. Ele foi parte da sua vida à os não judeus.

Veja quais eram as profissões dos 12 apóstolos
Foto: (reprodução/internet)

Outro nome forte é o de Barnabé, que é dado a José, que vendeu as suas propriedades e deu aos apóstolos o dinheiro do comércio. Ele foi apóstolo na época de Paulo, que citamos acima e fez várias viagens missionárias, como relatadas em Coríntios 9:6 e Gálatas 2: 1-9.

Que fim levou os apóstolos de Jesus

Já chegando ao fim do texto, considere que cada apóstolo teve um fim diferente, ainda que nem todos tenham suas mortes relatadas na Bíblica.

Veja quais eram as profissões dos 12 apóstolos
Foto: (reprodução/internet)

Pedro foi crucificado de cabeça para baixo no Ciro de Nero a seu próprio pedido porque achava que não tinha o mesmo valor de Jesus (que morreu crucificado em posição natural).

André foi crucificado em uma cruz em forma de “X”. Tomé foi morto na Índia, por lanças de quatro soldados. Felipe também morreu crucificado. Alguns estudiosos dizem que foi preso e torturado. Mateus foi apunhalado até a morte, na Etiópia.

As outras mortes

Bartolomeu foi esfolado vivo e decapitado pelo governador de Albanópolis, onde é Derbent hoje, na Rússia. Tiago foi decapitado a mando de Herodes Agripa I. Tiago (filho de Alfeu) foi apedrejado. Simão foi morto após negar sacríficos ao deus Sol – junto com Judas Tadeu.

Veja quais eram as profissões dos 12 apóstolos
Foto: (reprodução/internet)

O Judas Tadeu, junto com o Simão, foi martirizado e recebeu muitas machadadas pelos persas. João morreu de forma natural em Éfeso, aos 94 anos. E Judas se enforcou.

Já Paulo foi feito prisioneiro em Roma e executado por decapitação. Matias foi apedrejado. E Tiago espancado com uma clava de ferro. Barnabé foi apedrejado.

A escolha de Jesus Cristo

Um fato bacana de ser considerado aqui é que Jesus escolheu pessoas comuns, por isso, a maioria dela tem profissões que eram comuns à época e outras que são conhecidas até hoje. Logo, eram homens com falhas e fraquezas.

No entanto, a ideia é a de que eles fossem capacitados e instruídos para realizar a missão do reino de Deus, pregando o Evangelho. A diferença entre discípulos e apóstolos não é muito importante para esse texto porque um indica aprendiz e o outro, mensageiro.