O jovem inserido no mercado de trabalho

 A população jovem com menos de  24 anos já alcança mais da metade das pessoas do mundo, de acordo com a Organização das Nações Unidas (ONU). E dentro dessa faixa etária, está localizada a porção jovem da sociedade, que cada vez mais está sendo inserida no mercado de trabalho.

ANÚNCIO

Essa inclusão no meio profissional, proporciona crescimento pessoal e autoconhecimento que te levam a se adaptar e a executar melhor suas atividades, consequentemente gerando aprendizado em relação a gestão do seu tempo em prol das atividades profissionais e pessoais. Enquadrado em um momento de transição e responsabilidades

O jovem inserido no mercado de trabalho
foto (reprodução/internet)

Esse momento de transição pode gerar um desconforto. Confira mais sobre o jovem e o mercado de trabalho a seguir.

As dificuldades para o jovem se inserir no mercado de trabalho

A falta de experiência dificulta a contração de qualquer pessoa, mas a pergunta que fica é “como um jovem que busca seu primeiro emprego pode ser bem qualificado?”. A resposta para essa pergunta é simples. O jovem na melhor fase da vida, no auge de sua boa saúde pode correr atrás de se capacitar com cursos profissionalizantes para quando chegar esse momento tão esperado, ele possa estar apto para exercer as funções que lhe couberem.

Um dos desafios, é que o jovem encontra-se em fase de amadurecimento e por isso, está aprendendo a adquirir responsabilidades. Para você realizar bem uma função é necessário saber gerir o seu tempo de maneira eficiente, o que envolve, muitas vezes, prazos, horários e saber lidar com as pessoas que fazem parte da sua equipe de trabalho. O que demanda mais atenção por parte do jovem. 

ANÚNCIO

Exercer uma função é como andar de bicicleta, pode ser aprendido se praticado diversas vezes. Então todas essas atividades são de fácil articulação quando você se empenha para realizá las da melhor forma.

A luz no fim do túnel  

No Brasil há programas que fazem essa mediação entre o jovem e o primeiro emprego. Muitos dos jovens que estão desempregados hoje, estudam e tem medo do emprego atrapalhar na vida acadêmica, mas os programas de estágios como ciee, iel, jovem aprendiz e outros, dão a flexibilidade de conciliar os dois.

Essas empresas oferecem uma carga horária de até 5 horas por dia, não interferindo nem nos estudos nem na vida profissional. Inserindo o jovem no mercado de trabalho com horários flexíveis.

Mesmo com a facilidade dos programas de estágios citados acima é sempre importante estar preparado para o momento de entrada no mercado de trabalho. Um dos cursos exigidos por quase todas as empresa hoje é informática. A tecnologia nos torna e quanto mais interação com esse meio que facilita o dia a dia, melhor.

Outro curso importante é o estudo de línguas estrangeiras. A preferência do mercado hoje é o inglês e o espanhol, como primeiras línguas essenciais. A comunicação com o mundo é de extrema importância. É visível como a modernização alcançou o mundo inteiro e como as relações ficaram mais próximas, com base nisso o mercado de trabalho se adaptou a isso. São alguns meios que facilitam na contratação do jovem, que está a procura do primeiro emprego ou de mais experiência.

Procure apoio

Segundo a psicologia o primeiro núcleo que o ser humano tem contato é com a família, núcleo esse que possibilita os primeiros aprendizados como, respeito, educação, organização, valores que constituem o caráter, entre outros pontos que compõem a personalidade do indivíduo.  

Seja na família ou com amigos, apoio é essencial para iniciar projetos, seja profissionalmente ou pessoais. Alavancar a carreira com positividade é tudo que o jovem precisa hoje.

E mesmo quando esses valores não vêm de casa, nada priva o autoconhecimento e o próprio desenvolvimento acerca de se moldar da melhor forma possível para adquirir e alcançar todos os sonhos. Mesmo jovem é possível alcançar todos os seus objetivos, com disciplina. 

ANÚNCIO