Os privilégios em seguir a carreira militar

Entre os benefícios, um militar possui vantagens inexistentes no regime CLT e, também, aposentadoria melhor. Saiba mais!


Seguir a carreira militar é o sonho de muitas pessoas, seja no Exército, Marinha ou Aeronáutica. Mas, o que nem todos sabem (principalmente, quem não deseja seguir essa carreira), é que existem benefícios diferenciados nessas profissões.

É possível entrar em uma dessas 3 escolas quando a pessoa atinge os 18 anos. Para se inscrever em cada uma delas é necessária uma série de requisitos. As modalidades de ingresso podem ser por alistamento ou concurso público.

carreira militar
Foto: (reprodução/internet)

O alistamento é obrigatório para homens, quando atingem os 18 anos. Neste caso, é possível optar por uma das três forças, a que houver maior identificação. Após cumprir o serviço obrigatório, a pessoa pode entrar para uma das escolas de formação do serviço militar e tentar uma carreira por lá.

Para os que conseguem seguir carreira militar, uma série de benefícios diferenciados é disponibilizada, entre eles, o de se aposentar (também conhecido pelo termo “entrar para a reserva”), recebendo o mesmo valor que o último salário recebido na ativa.

ANÚNCIO

Vantagens em seguir a carreira militar

Existem ainda outros benefícios além desse referente à aposentadoria. Quem segue carreira militar pode ter acesso a:

Adicional de habilitação

Depois de entrar na carreira militar, a pessoa pode realizar cursos específicos ligados à sua carreira específica. Quando o indivíduo conclui esses cursos, ele passa a receber um adicional de habilitação correspondente.

A ideia é incentivar o crescimento profissional dentro dessas instituições, para que o militar suba de patente e, também, tenha mais conhecimento na área. Por exemplo, para um general que tenha doutorado, ele recebe um adicional de 30% do valor do seu salário base.

Adicional de disponibilidade

Esse adicional ainda não está em vigor, pois aguarda aprovação. Ele seria uma versão da periculosidade presente em outros trabalhos.

O adicional teria como base suprir os “custos” da pessoa estar sempre em prontidão para defender o país, podendo ser deslocado para qualquer região de uma hora para outra. A porcentagem desse adicional, se aprovado, dependerá da patente do militar.

Ajuda de custo para quem entra na reserva

Essa ajuda já existe na carreira militar e está estipulada em 4 salários-mínimos, que são pagos em uma única parcela quando o militar entra para a reserva. A ajuda de custo é utilizada para que os militares tenham condição de se mudarem para onde desejam com a sua família, a fim de se estabelecer naquele novo local.

O governo atual busca dobrar essa ajuda de custo, passando para 8 salários, mas ainda aguarda aprovação dessa medida.

Integralidade e paridade na carreira militar

Esse é o benefício que foi comentado lá no início e está ligado à aposentadoria/reserva de quem segue a carreira militar. Por lei, todo militar, policial militar e bombeiro se aposenta com o último salário que recebeu. Por exemplo, se o último salário do militar foi 4 mil reais, ele se aposentará recebendo 4 mil reais.

Além disso, todos os reajustes dos salários de quem está na ativa também serão repassados para os militares que já estão na reserva. Esse benefício também era previsto para os servidores públicos civis, mas foi extinto para essa categoria em 2003 e continuou em vigor apenas para os militares.

Conclusão

A carreira militar, apesar de ter pouco incentivo na sociedade, é uma boa ideia para quem procura por um trabalho mais estável. Ou seja, durante o tempo de serviço (e também após), o profissional está bem assegurado de um bom salário com uma série de benefícios.

Se você já passou da idade do alistamento obrigatório mas tem interesse em seguir a carreira, tente um concurso. No entanto, é preciso estar atento às idades limite que são estabelecidas pelas respectivas forças.

ANÚNCIO